História Ponte Vasco da Gama.





História Ponte Vasco da Gama

1991 - É tomada a decisão de construir uma Segunda Travessia sobre o Tejo pelo Governo

Abril de 1994 - É conclúido o concurso público internacional para a concessão do projecto, construção, financiamento e exploração da nova travessia.

Fevereiro de 1995 - Início da construção da Ponte Vasco da Gama

Março de 1998 - Inauguração e abertura ao tráfego da Ponte Vasco da Gama

O projecto foi dividido em sete fases (os nós de Sacavém e da Variante à EN10, o Viaduto Norte, o Viaduto da Expo, a Ponte Principal, o viaduto Central, o Viaduto Sul, o Acesso Sul), que foram construídas por quatro empresas diferentes, e foi supervisionado por um consórcio independente. Tendo chegado aos 3300 trabalhadores em simultâneo a trabalhar neste projecto, o qual demorou 18 meses de preparação e mais 18 meses de construção.

A ponte foi construída para durar 120 anos, e suportar ventos de 250 km/h bem como resistir a um sismo 4,5 vezes mais forte do que o histórico Terramoto de Lisboa, em 1755, Terramoto esse de 8,7 na escala de Richter. As fundações mais profundas com um diâmetro de 2,2 m e com uma profundidade de 95 metros abaixo do nível médio do mar.

Uma das particularidades deste projecto é que teve de ser tomado em conta a curvatura da Terra, caso contrário, iria existir um desvio de 80 cm nas extremidades da ponte.

As pressões ambientais deste projecto resultaram numa preocupação para a preservação dos pântanos existentes por baixo da ponte e recuperação das Salinas do Samouco. Para podermos perceber até onde foi o detalhe desta construção podemos dar como exemplo a iluminação nocturna da ponte, a qual está inclinada para dentro, de forma a não lançar luz sobre o rio.

A ponte teve um custo de cerca de 900 milhões de euros.

História Ponte Vasco da Gama

 






Alfa Romeu - Aston Martin - Audi - Bentley - BMW - Chevrolet - Citroen - Dacia - Daihatsu - Ferrari - Fiat - Ford - Honda - Hyundai - Isuzu - Jaguar - Lamborghini - Lancia - Land Rover - Lotus
- Mazda - Mercedes-Benz - Mini - Mitsubishi - Nissan - Opel - Peugeot - Porsche - Renault - Seat - Skoda - Smart - Subaru - Suzuki - Toyota - Volkswagen - Volvo